Deus é fiel para cumprir e fazer cumprir sua palavra

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

O Filho Pródigo

video

MENSAGEM O FILHO PRÓDIGO



Tema: Lucas 15.11-32



Introdução: Quando olhamos para esta mensagem normalmente nos vem a velha lembrança de um crente desviado, alguém que viveu a essência do amor de Deus e simplesmente o abandonou por algumas luxurias e ofertas que o mundo vem lhe servir, todavia o que vejo hoje na realidade de nossa Igreja, a Igreja do século XXI vai muito mais além de um crente desviado pois, infelizmente a nossa esperança parece estar como a do filho pródigo, ao que tudo indica, abandonamos nossa natureza espiritual e nos entregamos a nossa auto dependência esquecendo-se muitas vezes de Deus, quem de nós já não olhou para traz e não lembrou daquela igrejinha antiga onde os milagres aconteciam, mas hoje parece não acontecer mais, o que houve para que essa mudança se fizesse presente? Acaso nosso Deus mudou?

É hora de sermos filhos...

Esboço: O mundo hoje nos apresenta muitas surpresas, a igreja infelizmente tem acompanhado esse processo e vem nos surpreendendo a cada dia, algumas vezes com paradigmas que vem mudando no decorrer da história por interpretações mal feitas das Escrituras ou mal entendida por nossos pais, todavia, muitos não estavam preparados para estas mudanças que aconteceram drasticamente sem pedir licença ou se acomodar aos poucos no nosso meio, muitos foram afetados rapidamente e sofreram esse choque tentando quebrar uma casta de religiosidade que a muitos anos fazia parte da igreja e isso infelizmente afetou espiritualmente a vida de muitos tornando a busca a Deus algo cada vez mais difícil, essas pessoas são muitas vezes questionadas em seu interior sobre sua identidade espiritual e constantemente confrontados com o que é certo ou o que é errado muitas vezes sendo levados a tornarem-se religiosos e não agentes da verdade. A pergunta que nos permeia é quem sou eu, um agente da Verdade ou um religioso?

         O filho pródigo tinha um intento em seu coração, ele desejava mais do que tudo ter uma vida independente, ter seu próprio dinheiro e fazer o que bem entendesse dele, nas nossas vidas hoje não tem sido diferente, quando as coisas começaram a receber essa mudança resolvemos assumir nossa própria identidade, cada um de nós decidiu o que seria certo fazer e seguiu em frente com seus paradigmas religiosos, nos firmamos em nossos amuletos e nos sustentamos em uma imagem de santidade criada pela religião ou por algum conceito que muitas vezes entendemos por certo e infelizmente olhamos na nossa volta e entendemos que todos aqueles que não fazem o que fazemos estão errados e vivendo uma vida nem um pouco santificada, na vida do filho pródigo não era diferente ele olhava todos na casa de seu pai vivendo em constante obediência e entendeu que isso precisava ser mudado, alguém precisava mudar a rotina, afinal, todos obedeciam a seu pai em uma sistemática inacabável, é como nos dias de hoje, alguém precisa mudar, mas qual o preço desta mudança; será que estamos dispostos a pagá-lo?

         O filho pródigo investiu tudo o que tinha até não ter mais dinheiro algum, indica que como já fora dito antes, seu pai lhe deu a herança que lhe cabia sem excitar e ele sem a orientação do pai saiu sem rumo investindo nas fontes erradas, infelizmente a igreja hoje não é diferente, recebemos a essência de Deus para ser investida no mundo, mas começamos a observar as mudanças no mundo e percebemos que a igreja deveria se estruturar a fim de acompanhar essas mudanças, não seria errado mudar, todavia, as mudanças pareceram tornar-se muito mais importantes do que a própria essência do Pai, esquecemos da nossa herança e madurecemos ao ponto de confiarmos em nosso próprio braço e esquecer de que somente o pai é quem tem o controle de tudo, enfim, perdemos toda nossas heranças para o mundo e hoje ao invés de nos preocuparmos em buscar esta essência de Deus fazem longas reuniões na busca por estratégias para ganhar vidas ou atrativos para conquistar as pessoas para dentro da igreja, a nossa geração infelizmente esta formada por religiosos que não estão preocupados com convertidos que tenham um relacionamento com o Pai, mas sim de religiosos que tenham um compromisso com a igreja. Esta casta tem que ser quebrada por aqueles que realmente querem sentir a presença de Deus.

         Houve um momento na vida do Filho Pródigo em que começou a olhar tudo na sua volta, contemplou o cenário no qual se encontrava e a vida que havia regado para si, sua memória foi longe indo de encontro a casa de seu pai, lembrou de sua vida farta, de seu pai, de todas as coisas boas que existiam lá, observe que ele não lembrou, dos momentos que teve com seus amigos, dos momentos em que gastava seu dinheiro loucamente, Também não lembrou nenhum momento dos quais tenha andado sozinho fazendo o que bem entendia de sua vida, ele simplesmente lembrou suas origens do quanto era feliz mesmo parecendo ser preso pelos hábitos e costumes de sua família ele era livre e feliz, estava disposto a voltar para a casa de seu pai nem que fosse na condição de empregado, será que já não está na hora de fazermos esta reflexão em nossas vidas, Deus quer mais do que nunca que voltemos a sua casa saiba que Ele o nosso pai celeste esta disposto a nos receber a qualquer hora e fazer de nós herdeiros seus de suas promessas e da sua palavra, Ele... Deus..., aguarda ansioso o nosso regresso, mesmo que durante toda a nossa caminhada tenhamos desistido dela e tenhamos seguido com nossas forças ele esta disposto a mudar essa história fazendo de nós verdadeiros vencedores, nos restituindo aquilo que perdemos e nos fazendo entender este amor, receba o amor do pai, receba seu abraço e viva esta essência enquanto ele ainda esta a porta aguardando por você, O filho pródigo na condição de Servo regressou a casa de seu pai e quando ainda se aproximava da casa, seu pai o reconheceu e correu ao seu encontro o abraçando e o beijando, Deus reconhece você em qualquer lugar e esta à porta aguardando o seu regresso a fim de poder abraçá-lo e festejar com você esta nova vida a qual vivemos no seu nome em seu nome, e não na condição de servos, mas na condição de filhos, sinta o abraço do Pai e o receba pois Ele quer realmente mudar sua vida, festeje comemore, e viva a essência de Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário